EncontroSem categoria

Encontro em Curitiba – 22/08/15

Nosso encontro mais recente foi no dia 22 de agosto e como o Thiago Hilger fez o relato em seu blog, pedi permissão a ele para republicar o texto (para ver o post original, clique aqui):

Barcamp de Agosto dos Tradutores

Olá!

No último sábado, dia 22 de agosto, nós tradutores de Curitiba nos reunimos no nosso tradicional encontro mensal, o Barcamp dos Tradutores. Um “barcamp” é um encontro com um objetivo principal: colaboração. Essa ideia surgiu na área de informática, e a Sheila Gomes adaptou para a nossa profissão. Ela organizou o primeiro aqui em Curitiba faz mais ou menos um ano (é isso?), e desde então nós tradutores batemos cartão todo mês para colaborar, tomar um café gostoso e comunitário, e bater um papo, claro. Neste último encontro, não foi diferente, foi muito proveitoso, e eu me responsabilizei por fazer o relato da história toda.

Então sem mais delongas, vamos à coisa. Antes de entrar nos assuntos da pauta, cada um se apresentou seguindo um modelinho que eu propus no barcamp de julho: um discurso de elevador. São 45 segundos para cada um se apresentar, dizendo o que faz, especialidades, e qual o valor agregado do seu trabalho. Eu não inventei isso, é claro, mas acho que é bom treinar esse tipo de coisa entre colegas e amigos, assim quando chegar o dia de colocar em prática, o discurso estará na ponta da língua.

O primeiro tópico foi um debate sobre o estatuto da APTI, a Associação Paranaense de Tradutores e Intérpretes. Essa é uma associação ainda em formação, então por enquanto nada é oficial. E bem por isso as polêmicas foram grandes principalmente sobre os custos, eleições de diretoria, admissão de membros e algumas propostas de ações a longo prazo. Esses detalhes vocês só saberão lá na frente, quando a coisa estiver funcionando.

A grande conclusão sobre o estatuto da APTI é que precisamos, antes disso, criar um Código de Ética para a associação. Então nosso foco de trabalho para os próximos dias (ou meses) vai mudar um pouquinho. Mas quando tivermos novidades, eu aviso.

Todo esse debate levou quase duas horas. Então era hora de pausar para um cafezinho. E eu só tenho uma coisa a dizer: Ângela, por favor sempre traga aquele bolo salgado que só existe em Campo Largo, combinado? 🙂

Dia-Mundial-do-TradutorApós o café, voltamos aos debates, agora sobre outros temas. O primeiro deles foi uma sugestão de comemoração do Dia do Tradutor, que será em 30 de setembro. Ainda estamos em debates, mas a ideia atual é reunir o pessoal de Curitiba para um barcamp+churrasco, no dia 26/09. Quem vamos?

E falando em vamos… nós aqui de Curitiba estamos organizando caravanas para participar dos próximos eventos de tradução aqui no Brasil. Um deles é o Tradutor Vs Burocracia, no Rio de Janeiro, em 1º de outubro, e o outro é o PROFT, em São Paulo, de 2 a 4 de dezembro. Como das vezes passadas, estamos em busca de locais onde possamos ficar em muitos, para ter aquela troca de ideias, contatos e experiências, como fizemos no VI Congresso da Abrates. Eu acho que não poderei ir ao evento do Rio de Janeiro, mas ao PROFT com certeza. Quem está encabeçando a organização é, de novo, a Sheila, mas quem quiser saber mais, pode me perguntar também.

Isa_MaraOutro evento que veio a tona foi a oficina da Isa Mara Lando, que vai acontecer em São Paulo no dia 19 de setembro. Quem já assistiu alguma palestra da Isa Mara, autora do Vocabulando, sabe que ela é ótima. Para nossa felicidade, ela se dispõe a vir a Curitiba promover essa oficina aqui também. Basta organizarmos. O grupo todo achou novembro um bom mês para que isso aconteça, então temos tempo para achar um lugar e organizar tudo. Quem tiver sugestões, avise.

Chega, não? Não. Conversamos mais, ainda que pinceladas, sobre outros assuntos. Um deles é a tradução voluntária de textos para uma antologia de textos traduzidos na área de jogos. Eu pretendo participar, mas quem tem mais detalhes é a Sheila.

Outra pincelada foi a respeito de um possível programa de mentorias, para que os tradutores mais experientes possam ajudar os iniciantes a caminharem melhor na carreira. Por coincidência, este tema saiu em um artigo da revista Multilingual, que pode ser lido (em inglês) aqui.

Agora chega? Está bem, agora chega. Tivemos mais assuntos, é claro, e não quero desmerecê-los, mas esse relato já está de bom tamanho, não é? E ao pessoal de Curitiba (ou de fora), fica o convite para o próximo barcamp, que vai acontecer dia 26 de setembro. Tragam uma coisa boa para comer e venham participar, pois é um evento maravilhoso.

Até logo!

Thiago Hilger

 

2 comentários sobre “Encontro em Curitiba – 22/08/15

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *